Já conhece o software de gestão para veterinária que está a revolucionar o mercado?

Acessível 24h por dia, 365 dias por ano, em qualquer parte do mundo

Não requer valor inicial de investimento (aquisição de software e servidor)

Acessível através de qualquer computador ou dispositivos móveis, como smartphones e tablets

As actualizações do software são gratuitas e automáticas

Vários utilizadores em simultâneo e em qualquer parte do mundo

Não necessita de realizar backups periódicos dos dados

Acessível através de qualquer computador ou dispositivos móveis, como smartphones e tablets

Segurança total e encriptação dos dados com o certificado SSL

Planear em Setembro o 2021

Se for à “boa moda portuguesa”, planearemos o ano de 2021 logo a seguir ao Natal. Se for como mandam as regras, e à boa moda das empresas multinacionais, em Setembro já temos o plano estratégico anual traçado. Os CAMV portugueses não são multinacionais e não necessitamos de tiques de grandeza, mas as boas regras da gestão dizem-nos que o planeamento estratégico de uma empresa, seja ela micro ou grande, deve ser realizado de forma atempada, sistematizada e calculada. Pretendo com a presente crónica desmistificar a expressão “planeamento estratégico”, pois é perfeitamente possível termos um plano configurado num par de páginas que nos indicam o caminho estratégico da empresa.

Agora que já recarregou baterias nas férias, é altura de materializar num papel o planeamento estratégico da sua empresa para o ano de 2021. Vou ajudá-lo nesta tarefa, colocando algumas questões que servir-lhe-ão para desenvolver uma reflexão estratégica do seu negócio. Responda a estas questões e anote-as num documento. No final leia novamente o que escreveu e sistematize de forma a que consiga ter um plano estruturado e orientador.

Estratégia

Qual o crescimento de faturação que objetiva para o seu CAMV em 2021? Quais são as áreas de negócio onde dará um maior enfoque estratégico? Tem noção de que crescimentos pretende para cada uma dessas áreas de negócio? Fará sentido adquirir mais equipamento para o seu CAMV? A sua oferta de serviços manter-se-á ou tem a possibilidade de se diferenciar e apresentar algo novo no mercado? Deverá internalizar ou externalizar algum serviço? O posicionamento da sua marca carece de alguma alteração? Como poderá racionalizar os custos? Com que fornecedores? Já identificou quais os pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças do seu negócio? Como minimizar os pontos fracos e as ameaças? Como prevenir eventuais “ataques” da sua concorrência direta? Fará sentido abrir/ adquirir algum CAMV no concelho ou nas suas zonas limítrofes? Terá possibilidade de desenvolver parcerias estratégicas com CAMV ou outras entidades? Necessita de obras de conservação ou remodelação no seu CAMV?

Marketing                                                            

Os preços dos seus serviços vão sofrer alguma alteração em 2021? Será com base no custo ou do que é praticado na concorrência? Quais as principais medidas de marketing online e offline que irá implementar no decorrer do próximo ano? Depois de analisar o seu negócio, que campanhas pretende lançar no decorrer do próximo ano? Há possibilidade de explorar outros segmentos-alvo para além dos que já existem no seu CAMV? Se sim, de que forma poderá fazê-lo? Há necessidade de alterar a imagem e/ou interiores do seu CAMV? Que ações poderá desenvolver para aumentar os níveis de fidelização e retenção dos seus clientes? E como evitar a deserção de clientes para outros CAMV? Será que lhes devia ministrar um inquérito à satisfação para aferir as razões da deserção? Como vai tentar reativar os clientes inativos? Já sabe como irá auscultar os seus clientes e o seu nível de satisfação com os serviços prestados pelo seu CAMV? E de que forma irá abordar os clientes menos satisfeitos? E como premiar os melhores clientes? Como potenciar a notoriedade do seu CAMV no mercado local? Como demonstrar à sociedade que a sua empresa é socialmente responsável? Já tem definido um valor para ações de marketing (benchmark: entre 5% e 7% do total do volume de negócios anual)?

Recursos Humanos

O total de gastos com recursos humanos deverá situar-se preferencialmente entre os 30% e 35% em relação ao volume global de negócios do seu CAMV, sendo aceitável que ascenda aos 40%-42% quando se encontra numa fase de investimento e/ou crescimento. Consoante a estratégia adotada e o dimensionamento do negócio, necessita de mais recursos humanos para a estrutura? Poderá contar com alguma medida de apoio à contratação por parte do IEFP ou outros incentivos da Segurança Social? Terá necessidade de dispensar algum recurso humano? Fará alguma revisão salarial aos seus colaboradores? Fará sentido criar linhas intermédias na estrutura orgânica da empresa de forma a que possa descentralizar algumas operações? Considerando a enorme rotatividade dos recursos humanos no seio dos CAMV, saberá quais as motivações e expetativas de cada recurso humano para os próximos anos? Será importante implementar um sistema de avaliação de desempenho? O modelo de objetivos comerciais e de incentivos manter-se-á o mesmo? Quais as formações que estrategicamente interessarão mais ao seu CAMV e que vão de encontro com as expetativas e motivações dos seus colaboradores? Qual a verba disponível para a comparticipação das formações e condições inerentes? Haverá alteração de funções ou procedimentos internos no seio da estrutura, de forma a melhorar a organização e comunicação internas? Que medidas de marketing interno (aumento da motivação da equipa) pretende desenvolver?

Finanças e Fiscalidade

Já tem um plano para otimizar o IRC a pagar no final do ano? Fará sentido diferir e/ou antecipar algum custo (ex.: aquisição de um equipamento) com o objetivo de aumentar a eficiência fiscal? Agende uma reunião com o seu contabilista para discutir este tema. Que proveitos e custos estima que haja até o final do ano? Tem noção de qual a rentabilidade do seu CAMV? Já definiu uma estratégia de recuperação das dívidas dos clientes e a respetiva imputação contabilística? Já iniciou a recolha de elementos para elaborar um orçamento de exploração para o próximo ano (proveitos vs. custos)?

Não é suposto o gestor do CAMV elaborar o plano estratégico da sua empresa num par de dias, mas sim ao longo do ano. Sabemos que atividade operacional do dia-a-dia não permite uma dedicação ao tema de forma ininterrupta. Contudo, ter a resposta às questões supracitadas permitirá estruturar o plano com maior assertividade. Antecipação e antecedência são a chave para um bom planeamento estratégico. E partilhar as ideias com os seus colaboradores, envolvendo-os, poderá tornar o processo de reflexão estratégica mais produtivo e enriquecedor.

 

Bons negócios!



Ao navegar no nosso site estará a consentir a utilização de cookies para obter uma melhor experiência de utilização. + info

Para saber mais informações sobre a política de cookies deste website clique no seguinte link. https://vetbizz.pt/politica-de-privacidade/

Para aceitar, basta clicar no botão no canto inferior direito do seu ecrã.

Obrigado!

Fechar